terça-feira, 13 de setembro de 2011

15 teorias da vida

1. Arriscar só pode ter uma conseqüência: Aquela que você se permite absorver.

2. A vida não perdoa quem não sabe amar.

3. Seja de extremos, não viva na linha reta da tangência ou de mãos dadas com a decência. Hoje seja o céu, amanhã a perdição, nesse submundo que somos; que não suporta um gole se quer de monotonia.

4. A pessoa que você confia seus segredos também possui alguém em que ela confia.

5. Você pode viver muito bem ignorando o amor das pessoas, mas muito cuidado com o ódio delas.

6. É muito fácil ser compreensivo com o erro dos outros que a gente também comete. Difícil é perdoar aquilo que mais condenamos.

7. Nem em todos os lugares que passar, trará conquistas, mas nunca saia de mãos vazias, esteja sempre de mãos dadas com alguém.

8. Não questione o que a vida te promove. Melhore aquilo que você promove a si mesmo.

9. Cuidado com as suas maiores certezas, pois elas podem ser a fonte dos seus maiores erros.


10. Fazer tudo o que puder para resolver um problema não significa fazer o suficiente.

11. As pessoas têm uma absurda capacidade de dizer que são imperfeitas, mas não têm a irrisória hombridade de assumir um simples erro.

12. Não chore por quem te abandonar, pois seu amor não se mede pelo tanto que sofre, mas por tudo que fez.

13. Sempre que provar das doces loucuras, restarão amargas conseqüências. Mas se esses extremos se anulam, é melhor aprender muito com a vida do que se anular sem ter vivido nada.

14. A Vida é como um punhado de areia nas mãos: Se você a aperta muito, ela escapa pelas beiradas, se você deixar muito frouxa, ela escorre por entre os dedos. Não limite-se, mas controle-se.

15. Quando questionamos o sentido da vida, descobrimos deixamos de viver um pouco mais, mesmo que sem sentido.